Inventário Hogan de Desafios

O Inventário Hogan de Desafios, que também ficou conhecido como “Fatores de Descarrilamento de Carreira”, avalia as 11 tendências de comportamento que emergem quando não se está atento à imagem pública, como sob estresse e podem afetar os relacionamentos no trabalho, prejudicar a produtividade, ou limitar o potencial geral de carreira.

Robert Hogan desenvolveu o inventário de desafios a partir do trabalho iniciado pelo psicólogo americano John Bentz. O pesquisador descobriu, a partir de um trabalho com executivos, que os motivos mais recorrentes do fracasso dos profissionais, tecnicamente competentes, estavam muito mais ligados a traços negativos da personalidade do que à falta de qualidades e talentos.

De acordo com Hogan, as 11 tendências que podem tirar um profissional da pista do sucesso são: exibir altos e baixos emocionais; ser desconfiado ou cauteloso em demasia; mostrar-se reservado e distante no ambiente de trabalho; resistir a interferência na agenda parecendo concordar; parecer arrogante ou ardiloso; disposto a chamar a atenção sobre si de maneira melodramática; imaginativo ao ponto de parecer excêntrico; perfeccionista ou obsequioso, ávido para agradar os outros, especialmente chefes.

Conheça algumas características deste inventário:

  • Desenvolvido para predizer as barreiras para o sucesso na carreira;
  • Identifica aspectos problemáticos do comportamento que são difíceis de se detectar em uma entrevista;
  • Identifica tendências de descarrilamento na carreira de maneira que possam ser abordadas e trabalhadas  em processos de coaching;
  • Os resultados são estáveis ao longo do tempo; estudos de confiabilidade de teste-reteste revelam índices que variam de 0.64 a 0.75 (média de 0.70);
  • Validado em mais de 50 das organizações da Revista Fortune 500;
  • Sem impacto sobre raça, idade, gênero ou etnias.